ActualNacional
2 Fevereiro, 2021

Lançamento do novo InfoCancro: toda a informação sobre cancro reunida numa única plataforma

4 de fevereiro é o Dia Mundial da Luta Contra o Cancro. www.infocancro.pt

O novo InfoCancro é lançado hoje, dia 2 de fevereiro, com conteúdos atualizados e uma imagem renovada. O objetivo é ser uma plataforma de referência para consulta de informação científica, fiável e fidedigna, sobre as doenças oncológicas.

O relançamento desta plataforma acontece em vésperas do Dia Mundial do Cancro, a 4 de fevereiro, e pretende ser uma forma de sublinhar a importância da literacia em saúde. O primeiro Infocancro nasceu em 2006 com o mesmo objetivo de se constituir como uma plataforma de referência.

 O site tem dados sobre as causas do cancro, sintomas ou tratamentos, bem como espaço para esclarecimento de dúvidas comuns. Contém informação para quem enfrenta o diagnóstico e as novidades científicas e avanços que abrem caminho a novas possibilidades de tratamento.

O objetivo é ser um  um ponto de informação que não deixa nada por explorar e que é acessível a todos: doentes, cuidadores, familiares, amigos ou público em geral que procura informação sobre a doença, passando também pelos profissionais de saúde ou associações e sociedades.

Apesar de ser feito por especialistas e com o máximo rigor, o Infocancro é destinado a todos, como sublinha Ricardo Encarnação, Diretor Médico: “Temos um compromisso com os doentes e com a sociedade portuguesa que passa, também, por ajudar a ter acesso a informação fidedigna. Cidadãos mais informados gerem melhor a sua saúde. Queremos contribuir para um aumento da literacia e este é um dos caminhos. Aliás, vários estudos internacionais demonstram que os doentes com mais baixos níveis de literacia têm maiores taxas de hospitalização, recorrem mais à urgência e aderem menos à prevenção e rastreios.” 

E, por outro lado, acrescenta ainda o Diretor Médico, “Sabemos que há a tendência de se procurar na Internet informações sobre doenças. Esta informação multiplica-se, muitas vezes sem controlo, sem qualidade e sem exatidão. Aspiramos ter cidadãos e doentes com mais informação, mas sobretudo com boa informação. E acreditamos que o acesso a boa informação é também uma forma de promover uma relação médico-doente mais positiva e construtiva – uma relação de verdadeira parceria. Damos o nosso contributo para a literacia em saúde em várias áreas e, neste caso do Infocancro, para as doenças oncológicas, que afetam milhares de famílias em Portugal.”

About this author

0 comments

There are no comments for this post yet.

Be the first to comment. Click here.