ActualRegional
5 Março, 2016

Entrega de bandeiras eTwinning no Forte da Graça

A Capela do Forte da Graça foi palco, na tarde de sexta-feira 4 de março, da entrega das bandeiras eTwinning, que reconhecem os melhores projetos nesta vertente na região Alentejo.

A iniciativa contou com uma sessão de boas-vindas onde intervieram a embaixadora do Alentejo, Elisabete Fiel e o presidente da Câmara Municipal de Elvas, Nuno Mocinha, tendo marcado presença diretores e professores dos Agrupamentos Escolares Nº1, 2 e 3 de Elvas, Beja, Montemor, Aljustrel, Amareleja, Almodôvar, Saboia e Borba.

Nesta sessão o autarca começou por agradecer “o facto de terem escolhido o Forte da Graça para realizar esta sessão”, enaltecendo também este projeto, nomeadamente “a envolvência de agrupamentos escolares de toda a Europa e não só, através de uma plataforma informática”, adiantando que a autarquia está de portas “abertas para este tipo de projetos”.

Nuno Mocinha felicitou ainda os premiados, em especial “o Agrupamento de Escolas Nº3 de Elvas pelo projeto que desenvolveram e pelo qual recebem aqui uma bandeira”, que reconhece o trabalho realizado por este agrupamento de escolas no âmbito do eTwinning.

No final realizou-se uma visita à obra maior da arquitetura militar, sendo que antes foram apresentados os projetos ERTE (Projetos de Avaliação dos Selos Nacionais de Qualidade eTwinning), NSS (ERTE/DGE) e desafios futuros.

O eTwinning é um projeto que passa por estabelecer uma rede de colaboração entre escolas da Europa, recorrendo às Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), proporcionando apoio, ferramentas e serviços que facilitam, em qualquer área disciplinar, a criação de parcerias, de curta ou longa duração.

Para levar a cabo este projeto existe uma plataforma onde se possibilita aos profissionais da educação (educadores de infância, professores, diretores, bibliotecários), que trabalham em escolas dos países europeus envolvidos, comunicar, colaborar, desenvolver e partilhar projetos.

Nesta iniciativa da Comissão Europeia participam escolas públicas, profissionais e privadas, do pré-escolar ao secundário, de todos os países da União Europeia e Noruega, Islândia, Turquia, Suíça, ex-República Jugoslávia da Macedónia, Moldávia, Ucrânia, Tunísia, Arménia, Azerbaijão e Geórgia.

About this author

0 comments

There are no comments for this post yet.

Be the first to comment. Click here.