ActualRegional
8 Abril, 2021

Cláudio Carapuça declina integrar lista do PS nas autárquicas

Número dois de Nuno Mocinha alega motivos pessoais para a tomada de decisão.

Cláudio Carapuça anunciou esta quinta feira, 8 de abril, em conferência de imprensa, que não irá integrar a lista de candidatos autárquicos pelo Partido Socialista (PS) nas próximas eleições autárquicas de outubro à Câmara Municipal de Elvas.

O atual vice-presidente de Nuno Mocinha justificou esta decisão com “motivações pessoais e profissionais”.

Carapuça confirmou que foi convidado para integrar a lista de candidatos do PS às autárquicas, “apesar da honra que tive ao ser convidado para um novo desafio, declinei o mesmo devido a motivações pessoais e profissionais”.

O atual número dois de Nuno Mocinha referiu ainda que “assim, e confirmada a minha decisão, a partir de outubro regressarei à minha condição base profissional no Município de Elvas, como engenheiro civil”.

“Decisão difícil, mas tomada em plena consciência”

Cláudio Carapuça considerou ainda que “foi uma decisão difícil, mas tomada em plena consciência”.

Na conferência de imprensa, Cláudio Carapuça surgiu ao lado de Nuno Mocinha, na sede do PS de Elvas, e assegurou que gostou de trabalhar com o atual executivo camarário, saindo com o sentimento de “missão cumprida”.

Relativamente ao futuro e a possíveis ambições políticas, Carapuça rejeitou tecer conjeturas e considerou ser precoce fazer qualquer comentário.

“Tenho pena”

Nuno Mocinha manifestou que preferia que a decisão de Cláudio Carapuça tivesse sido a de permanecer e integrar a lista nas próximas autárquicas, como número dois, e referiu ainda que era a pessoa que gostava de ver um dia a substitui-lo no cargo de Presidente da Câmara Municipal de Elvas.

“Para mim a decisão hoje anunciada não é uma surpresa, uma vez que já foi tomada há alguns meses e esperávamos o momento oportuno para a comunicar. É importante sublinhar que na base desta decisão não estão questões políticas, mas de ordem pessoal. É claro que tenho pena, pois gostava que o Cláudio continuasse no próximo mandato na nossa equipa e pudesse fazer um percurso para ser Presidente de Câmara, era isso que eu gostava”, confessou Mocinha.

O autarca referiu ainda que a opção de Cláudio Carapuça é “legítima e eu tenho de respeitar”, admitiu.

About this author

0 comments

There are no comments for this post yet.

Be the first to comment. Click here.