Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
ActualRegional
25 Janeiro, 2018

Rondão exige demissão do Vereador Sérgio Ventura

Até ao momento, Sérgio Ventura ainda não prestou declarações sobre a polémica instalada.

O Vereador na Câmara Municipal de Elvas, Sérgio Ventura, pelo Movimento Cívico Independente, desentendeu-se com o também vereador eleito por esta força política, Rondão Almeida e líder deste Partido.

De acordo com nota de esclarecimento publicada por Rondão Almeida, desde o ato eleitoral (1 de outubro 2017), surgiu um mau estar entre estes dois elementos (Rondão e Sérgio Ventura), bem como com Sara Magalhães.

Pressão para Coligação com PS

“Após as eleições tive uma grande pressão por parte de Sérgio Ventura e Sara Magalhães no sentido do movimento se coligar com o PS”.

“A opinião do movimento e da minha pessoa foi sempre a de respeitar a vontade expressa pelos eleitores e por isso definimos uma estratégia de fazer uma oposição pela positiva defendendo sempre as linhas de orientação do nosso programa eleitoral”.

Movimento pede demissão a Sérgio Ventura

Rondão Almeida informa também que “todos os elementos do executivo do Movimento Cívico Independente pediram a Sérgio Ventura que se demitisse do lugar pelo qual foi eleito para dar lugar a outro que defendesse os princípios do Movimento”.

Rondão Almeida: “Sara Magalhães não se importou de passar à frente de centenas de pessoas”

Nesta nota de esclarecimento, Rondão Almeida, acrescenta ainda a sua versão sobre a postura de Sara Magalhães, enquanto elemento do Movimento Cívico Independente, no decorrer do seu processo de colocação nos serviços da Câmara Municipal de Elvas.

“Tanto quanto me é dado a conhecer foi a Mesma (Sara Magalhães) que deu todos os passos para ser colocada, não se importando por passar à frente de centenas de pessoas que estavam a aguardar a colocação.

Evidentemente que esta senhora tomando essa posição foi contra todos os princípios que andou a defender na campanha eleitoral”.

 

About this author

0 comments

There are no comments for this post yet.

Be the first to comment. Click here.