ActualRegional
20 Junho, 2016

Fortalezas da Raia: Uma Candidatura em Série

É a primeira vez que Portugal apresenta uma candidatura em série.

A Comissão Nacional da UNESCO inscreveu na Lista Indicativa de Portugal do Património Mundial as Fortalezas Abaluartadas da Raia, abrangendo as Fortalezas de Elvas, Marvão, Almeida e Valença.

É a primeira vez que Portugal apresenta uma candidatura em série.

Nuno Mocinha: “Pretendemos ganhar escala”

Em conferência de imprensa ocorrida na manhã desta segunda-feira, dia 20 de junho, no Forte da Graça, Nuno Mocinha, Presidente da Câmara Municipal de Elvas, realçou que há mais-valias na integração desta rede.

“Apesar de Elvas ser Património Mundial pretendemos através desta candidatura ganhar escala, através da alavanca do turismo”.

António Ribeiro: “Reconhecimento justo”

Para os autarcas envolvidos, o reconhecimento das Fortalezas Abaluartadas da Raia é justo. “Estamos perante um dos melhores exemplares da Europa. Temos as Fortalezas da Raia mais antigas da Europa”, defendeu António Ribeiro, Presidente da Câmara Municipal de Almeida.

Victor Frutuoso: “Alcançar um turismo sustentável”

Victor Frutuoso, Presidente do município de Marvão, entende que é obrigação “dos homens de hoje respeitarem e preservarem o passado para as gerações vindouras. Com esta candidatura pretendemos alcançar um turismo sustentável e não de massas”, esclareceu.

Jorge Mendes: “Defender autenticidade das fortificações”

Por sua vez, Jorge Mendes, Presidente da Câmara Municipal de Valença, realçou que “com esta candidatura conjunta pretendemos defender a autenticidade das fortificações”.

A candidatura em série das Fortalezas Abaluartadas da Raia pode transformar-se em transfronteiriça se incluir Fortalezas Abaluartadas da raia espanhola.

About this author

0 comments

There are no comments for this post yet.

Be the first to comment. Click here.