Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
ActualRegional
31 Março, 2019

Festas do Povo com dossier entregue na UNESCO

"Momento Histórico", afirma Ceia da Silva.

As Festas do Povo de Campo Maior já têm o seu dossier de candidatura a Património Cultural Imaterial da Humanidade entregue na UNESCO, em Paris, França.

A notícia foi avançada por António Ceia da Silva, Presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo.

“Quero referir a excelente colaboração da Comissão Nacional da Unesco e do Presidente da Câmara Municipal de Campo Maior, Ricardo Pinheiro. Mais um passo dado em relação ao grande objetivo”, referiu este responsável.

Ceia da Silva considerou ainda o momento “histórico”.

“Obrigado ao Povo de Campo Maior”

Para Ricardo Pinheiro, Presidente da Câmara Municipal de Campo Maior, “depois de mais de quatro anos sinto que o passo que ontem foi dado, com a inscrição das Festas do Povo no Inventário Nacional, é mais um reconhecimento enorme do País, a esta tradição de Campo Maior e dos nossos antepassados. Estamos a poucos dias de proceder à entrega da Candidatura na Comissão Nacional da UNESCO. Deixo o meu obrigado a Última Comissão de festas por todo o trabalho realizado. Vamos começar a pensar na forma como devemos realizar o evento, mas já com o reconhecimento Mundial. Obrigado ao Povo de Campo Maior”.

Campo Maior: Fortificações Abaluartadas da Raia a Património Mundial

O Município de Campo Maior está também a  trabalhar também no sentido de incluir Campo Maior na candidatura a Fortificações Abaluartadas da Raia a Património Mundial.

A ideia começou a ser desenhada aquando da visita do Presidente da Comissão Nacional da UNESCO, Embaixador José Filipe Gaspar Moraes, e da Diretora Regional de Cultural do Alentejo, Ana Paula Amendoeira, que após constatarem o trabalho realizado até então na Requalificação da Fortificação Abaluartada, sugeririam a inclusão de Campo Maior na candidatura a Fortificações Abaluartadas da Raia a Património Mundial.

About this author

0 comments

There are no comments for this post yet.

Be the first to comment. Click here.