ActualRegional
22 Novembro, 2021

Elvas: Poupança de 3 Milhões em cortes. “Câmara não está endividada”, garante Rondão

Obras suspensas, concursos parados, diminuição de chefias, redução drástica de horas extraordinárias e trabalhadores sem cabazes de Natal. Algumas das medidas de poupança do executivo.

O executivo da Câmara Municipal de Elvas tornou público as principais ações que desenvolveu desde a sua tomada de posse, ocorrida no passado dia 8 de outubro.

Entre os temas que recolheram a preocupação dos eleitos destaca-se o diagnóstico financeiro do município de Elvas; o organograma dos recursos humanos afetos à autarquia e a análise aos processos existentes no Gabinete Jurídico.

O Presidente do Município, Rondão Almeida, lembrou as reuniões ocorridas, neste curto espaço de tempo, com os trabalhadores da Câmara Municipal, com o movimento associativo do concelho, com os presidentes de junta de freguesia e com a população.

“Para prepararmos o futuro tínhamos muito que ouvir”

“Estávamos cientes que antes de prepararmos o futuro, tínhamos muito que ouvir para programar em consciência”, explicou o autarca.

Poupados 3 Milhões de Euros

O diagnóstico às condições financeiras da autarquia permite agora ao executivo a formalização das Grandes Opções do Plano e Orçamento para a governação futura. Esta avaliação permitiu também “deixar de assumir em encargos três milhões de euros” assegurou.

Obras Suspensas

Rondão Almeida anunciou a suspensão de quatro obras no concelho de Elvas, considerando que as mesmas “não são as mais importantes”.

Das obras agora suspensas fazem parte a nova sede do Agrupamento de Escuteiros de Elvas, no valor de cerca 400 mil euros; os pavimentos no Bairro Europa, no valor de 380 mil euros e a requalificação urbana em várias freguesias, como Santa Eulália, Terrugem, Vila Boim e Barbacena.

Nesta suspensão, o município deixou de assumir um encargo financeiro no valor de um milhão de euros.

Concursos Parados

Outra das medidas tomadas pelo novo executivo prendeu-se com a paragem do concurso público para a contratação de mais postos de trabalho para a autarquia. Esta paragem permitiu poupar mais um milhão de euros, segundo ao anuncio feito pelos eleitos.

Também o concurso para a prestação de serviços de recolha de lixo no concelho de Elvas foi eliminado, acumulando mais um milhão na poupança da gestão autárquica. Neste particular, o Presidente do município anunciou a emissão de um alerta à população para uma maior consciencialização da higiene e limpeza da cidade.

As horas extraordinárias dos trabalhadores da autarquia de Elvas “foram reduzidas drasticamente”, bem como o uso de viaturas, tendo sido “parada metade da frota, reduzindo a despesas em centenas e milhares de euros”.

“Câmara não está endividada”

Com esta poupança imediata na ordem dos três milhões, a Câmara de Elvas pretende obter uma maior flexibilização e oxigenação financeira para investir em obras “realmente importantes” nos próximos anos.

Apesar deste cenário, o edil afiança que a Câmara de Elvas “não está endividada” e assegurou que “mais tarde serão dadas a conhecer mais informações sobre esta matéria.

Fazendo jus ao conceito de “ouvir para programar”, Rondão Almeida afirmou ter recebido nestas últimas semanas, juntamente com os seus colegas de executivo, “mais de 200 pessoas”, acrescentando que “ainda assim, a 90 por cento dos pedidos não foi possível dar resposta”.

Os apoios financeiros vão ser reduzidos, tendo o autarca assumido que “não atribui um euro a qualquer entidade”. Também as chefias no organigrama da Câmara Municipal de Elvas vão ser reduzidas, bem como terminar “com um conjunto de avenças para as quais não temos orçamento”.

Em cerca de mês e meio de trabalho, o executivo apresentou um conjunto de fotografias, que resumiram os cerca de duzentos levantamentos de algumas anomalias observadas na cidade, nomeadamente a nível de pavimentos, arborização e sinalizações. Destas, 90 por cento foram já resolvidas.

Devido aos cortes, o município de Elvas não irá entregar este ano Cabaz de Natal aos cerca de 600 funcionários mais 300 dos programas sociais, nem prenda de Natal para os filhos.

About this author

0 comments

There are no comments for this post yet.

Be the first to comment. Click here.