Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
ActualAndré SilvaOpinião
20 Setembro, 2017

São Mateus político!

Elvas é grande porque tem elvenses enormes. O momento de ir a casa a cada 20 de setembro ou 24 de dezembro é de união dos que estão aqui no dia-a-dia e dos que, como eu, sem Badajoz à vista fazem a sua vida diariamente. Este ano, a 1 de outubro, será igual.

A romaria ao Santuário do Senhor Jesus da Piedade e a Feira de São Mateus em Elvas têm este ano a particularidade de atravessar o momento de campanha política dedicada às eleições autárquicas de 1 de outubro.

Aproveitarão os candidatos a maior romaria do Alentejo para exprimir argumentos em ações de rua tentando alcançar aqueles que estão fora de Elvas, a estudar ou desempenhando a sua profissão, mas que ainda exercem o seu direito de voto no concelho que os viu nascer e ao qual regressam por estes dias.

Muitos serão os que não concordam que se politize o São Mateus. Confesso que também não me deixaria agradado, mas acredito que isso não vai acontecer. Contudo, parece-me legitimo que os candidatos possam fazer campanha na feira – sem exageros – e que possam esclarecer toda a gente que no primeiro dia de outubro vai votar.

Elvas é grande porque tem elvenses enormes. O momento de ir a casa a cada 20 de setembro ou 24 de dezembro é de união dos que estão aqui no dia-a-dia e dos que, como eu, sem Badajoz à vista fazem a sua vida diariamente. Este ano, a 1 de outubro, será igual.

É essa união para um futuro melhor que juntos podemos continuar a construir na nossa cidade e no nosso concelho. Informem-se e votem. Não importa em quem mas votem!

A maioria vai escolher o caminho que queremos para os próximos quatro anos. Não me recordo da última vez em que tivemos seis candidatos à presidência da autarquia. Espero que todos nos mostrem o que querem fazer pelos elvenses para que esclarecidos votemos quando formos chamados às urnas.

Os meus afazeres profissionais em Lisboa não me têm permitido que escreva aqui as minhas linhas de forma mais regular e mais assídua. Mas já que tantas vezes falamos de promessas quando é de política o tema central vou deixar a minha: aqui estarei para analisar as eleições autárquicas no meu concelho assim que os resultados forem conhecidos. Tenho uma preferência clara mas não me parece correto exprimi-la nesta posição.

Desejo, isso sim, que o Senhor Jesus da Piedade nos permita uma campanha eleitoral democrática, de esclarecimento e sem trocas de galhardetes pessoais que em nada promovem o verdadeiro objetivo desta luta.

About this author

0 comments

There are no comments for this post yet.

Be the first to comment. Click here.