ActualClaúdio RamosOpinião
25 Dezembro, 2017

Foi Natal (Que se repita assim por muitos anos)

Podemos ser crianças até termos a capacidade de rasgar com força um papel colorido? Podemos!…

… Vive-se uma temporada desejosos de que chegue o dia 24.

O sonho de viver uma noite mágica que atravessa  a madrugada.

A confusão dos dias anteriores, das ruas cheias, das pessoas a esbarrarem umas nas outras.

A quadra dos afectos, ainda que com prazo de validade. Vive-se. Antes um dia, que dia nenhum. Eu gosto do Natal, já o disse muitas vezes. Gosto até do cheiro a fritos, que não aguento em nenhuma época do ano. Gosto porque gosto. Não há nada a fazer!

O Natal é das crianças? Claro que sim! Enquanto existirem crianças será Natal. Enquanto eu existir e tiver forças farei de dia 24 Natal em quem me rodeia.

A alegria nos olhos de quem rasga, rapidamente um papel colorido, na busca de encontrar um sonho, não tem preço. Não é o que o papel embrulha, é o que os olhos contam para lá da idade que eles tenham ou do que já viram na vida. Podemos ser crianças até termos a capacidade de rasgar com força um papel colorido? Podemos!… Já passou a noite de 24. Chega 25 de Dezembro e começa a fazer-se uma espécie de contagem para a última semana do ano. A Semana onde nada acontece, para que depois se viva na expectativa de acontecer tudo! Façamos por isso.

About this author

0 comments

There are no comments for this post yet.

Be the first to comment. Click here.

Deixar uma resposta