ActualRegional
7 Março, 2017

Morte de Elsa Grilo motiva discórdia

O falecimento na última madrugada da vereadora em funções na Câmara Municipal de Elvas, Elsa Grilo, motivou dissidências entre o atual executivo e o vereador António Rondão Almeida.

Em comunicado, o município de Elvas, informa que “o falecimento da dra. Elsa Grilo, vereadora da Câmara Municipal de Elvas, foi comunicado ao presidente da Câmara Municipal de Elvas cerca das 8.30 horas de terça-feira, 7 de março. Nessa altura, o dr. Nuno Mocinha, no desempenho das suas funções, publicou o texto que consta na página oficial do Município, o qual dava conta da colocação da bandeira do Município a meia haste.

Mais tarde, cerca das dez da manhã, o presidente da Câmara Municipal de Elvas recebeu, por correio eletrónico, de José Rondão Almeida, o texto seguinte:

Tendo sido designado testamentário, pelas vontades expressas pela dra. Elsa Grilo, venho solicitar que tenham em atenção a mensagem que foi publicada na página do Facebook da dra. Elsa Grilo, onde se refere que o seu desejo é que o executivo atual da Câmara Municipal de Elvas não tome qualquer deliberação oficial sobre o seu falecimento. Espero que seja cumprido e respeitado o seu último desejo na íntegra. Cumprimentos do testamentário. Rondão Almeida.

Em face deste texto e consultada a referida página do Facebook, onde se publica “que não sejam feitos quaisquer atos oficiais por parte do atual executivo”,quaisquer actos oficiais por parte do actual executivo da Câmara Municipal de Elvas os eleitos da Câmara Municipal de Elvas abaixo referidos tornam público que decidiram respeitar a vontade publicada nas redes sociais. Assim, estes eleitos tomaram a decisão de não participar nas cerimónias fúnebres da senhora vereadora e anularam a entrega de uma coroa de flores em seu nome e o acompanhamento das cerimónias por parte do estandarte municipal.

Todavia, mantém-se o que tinha sido decidido anteriormente, como sejam a colocação da bandeira municipal a meia haste e a alteração da reunião da Câmara Municipal das 16 horas de 8 de março para as 9 horas do próximo dia 13.

Nuno Mocinha, presidente da Câmara Municipal de Elvas

Manuel Valério, vice-presidente da Câmara Municipal de Elvas

Vitória Branco, vereadora da Câmara Municipal de Elvas

Tiago Abreu, vereador da Câmara Municipal de Elvas

Tiago Afonso, vereador da Câmara Municipal de Elvas”.

 

About this author

0 comments

There are no comments for this post yet.

Be the first to comment. Click here.

Deixar uma resposta