Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
ActualNacional
15 Agosto, 2019

GNR: “Não há motoristas detidos”

Os motoristas de matérias perigosas entram esta quinta-feira no 4.º dia de greve.

A Guarda Nacional Republicana esclarece, em comunicado, que foram quatro trabalhadores notificados de que a sua não comparência no local de trabalho constituía a prática do crime de desobediência.

“Perante este facto decidiram voluntariamente cumprir o serviço para o qual estavam nomeados. Assim, não se encontra nenhum trabalhador detido”, pode ler-se.

De recordar que Portugal está desde a última segunda feira, dia 12, em situação de crise energética decretada pelo Governo, na sequência da greve dos motoristas de matérias perigosas.

O executivo constituiu a Rede de Emergência de Postos de Abastecimento (REPA), com 54 postos para veículos prioritários e 320 de acesso público.

Enquanto durar a greve, os veículos ligeiros só podem abastecer no máximo 25 litros de combustível em postos que não pertencem à REPA, e 15 litros nos postos da rede de emergência que não sejam exclusivos a transporte prioritário

 

About this author

0 comments

There are no comments for this post yet.

Be the first to comment. Click here.