ActualRegional
6 Fevereiro, 2019

Financiamento da rota das Fortificações Abaluartadas da Raia

O contrato de financiamento para a criação de uma rota das Fortificações Abaluartadas da Raia, foi assinado esta terça-feira, dia 5 de fevereiro, pelos municípios de Elvas, Valença, Almeida e Marvão.

A cerimónia contou com as presenças da secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, e dos presidentes das Câmaras Municipais de Valença, Jorge Mendes; Almeida, António Machado; Marvão, Luís Vitorino; e Elvas, Nuno Mocinha.

A cerimónia foi o primeiro passo para dar corpo à candidatura das Fortalezas Abaluartadas da Raia a Património Mundial, junto da UNESCO. A criação desta rota vai permitir uma melhor interpretação, valorização e projeção deste legado patrimonial.

Produto turístico de excelência

Com este projeto, pretende-se criar, com a colaboração do Turismo de Portugal, um produto turístico de excelência, que vai transformar as quatro melhores Fortalezas de Portugal pela importância do que representam.

Criação de quatro centros de interpretação

Para a implementação desta nova rota de turismo do património, vão ser criados quatro centros de interpretação em cada um dos municípios envolvidos, pretendendo ser “um produto turístico patrimonial de interpretação e valorização de um legado histórico único, da raia portuguesa”. No caso de Elvas, o centro de interpretação vai ser localizado no Forte da Graça.

O investimento de 300 mil euros é financiado pelo programa Valorizar.

About this author

0 comments

There are no comments for this post yet.

Be the first to comment. Click here.

Deixar uma resposta