Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
ActualCulturaRegional
4 Setembro, 2019

Elvas inspira obra de romance de Luísa Currito

"Ela cosmopolita, ele rural. Ambos são apaixonados por História. Na Igreja de Nossa Senhora da Conceição cruzam os seus destinos (...) Anos mais tarde, Francisca, constata que é em Elvas que se encontra a chave do seu destino".

A autora elvense Luísa Currito apresenta publicamente a sua nova obra literária no próximo dia 21 de setembro.

A apresentação está agendada para as 17 horas, na Biblioteca Municipal de Elvas.

O novo livro chama-se “A Chave do Destino”.

A cidade de Elvas serve de palco a este romance. Segundo a autora, “Quem visita esta cidade não lhe fica indiferente. Não perca esta chave, não perca este destino. Não se vai arrepender”.

“A Chave do Destino”

O livro é um romance, onde os protagonistas principais se conhecem em Elvas e é em Elvas que a maior parte da história se desenrola.
Este livro além de ser um hino ao amor pretende ser também um marco importante para a divulgação da cidade de Elvas, naquilo em que ela é mais rica, o seu património arquitectónico, cultural, histórico e humano.

Uma breve sinopse da narrativa:

Francisca, filha de Vicente Bettencourt Tello da Silva, conceituado diplomata e da socialité Beatriz Figueiredo de Oliveira e Castro, desde muito cedo foi acostumada a viajar pelo mundo, o que a levou a apaixonar-se por culturas e costumes bem diferentes dos europeus.
Frequenta o primeiro ano do curso de História na Universidade de Lisboa e numa viagem de estudo por terras alentejanas descobre que nem sempre tudo corre como planeado.
Afonso, licenciado em História tem como ilusão ser docente, mas devido aos elevados custos de deslocação fase aos rendimentos auferidos, permanece na terra natal onde aceita o cargo de guia turístico que desempenha com orgulho e satisfação.
Ela cosmopolita, ele rural. Ambos são apaixonados por História. Na Igreja de Nossa Senhora da Conceição cruzam os seus destinos e gravam na memória do tempo, as suas vidas para sempre.
Anos mais tarde, Francisca, constata que é em Elvas que se encontra a chave do seu destino.

Em 2016, Luísa Currito lançou a sua primeira obra de poesia “Provavelmente Sentimentos”.

About this author

0 comments

There are no comments for this post yet.

Be the first to comment. Click here.