Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
ActualRegional
12 Agosto, 2019

Campo Maior: Festas do Povo em 2020

Festas do Povo reconhecidas em 2021.

A abertura oficial do VII Jardim de Papel e Feira de Santa Maria de Agosto teve lugar na noite do passado domingo, 11 de agosto.

Ricardo Pinheiro, Presidente da Câmara Municipal de Campo Maior, aproveitou a ocasião para agradecer a todos os envolvidos na preparação deste evento, mas também para apresentar os projetos que vão marcar o futuro próximo de Campo Maior: o novo Posto de Turismo de Campo Maior na antiga escola da fonte nova ; o Centro Interpretativo das Festas do Povo – Casa das Flores; e o Centro Interpretativo da Fortificação Abaluartada de Campo Maior.

Diversos Projetos em Campo Maior

Para os próximos meses, o Município de Campo Maior tem grandes projetos a concretizar, como afirmou Ricardo Pinheiro: “as Festas do Povo, em conjunto, com a recuperação das muralhas; a abertura do Museu das Festas o Povo; abertura do novo centro de Interpretação da Fortificação Campo Maior; o percurso turístico de visita à igreja da Matriz; Capela dos Ossos, Igreja de São João e Ouguela, que neste momento tem uma nova roupagem a nível da fortificação abaluartada. Temos o potencial dos monumentos e património e as tradições como oferta turística”.

O presidente realçou a importância da realização das festas do povo e da necessidade de afirmar o orgulho campomaiorense nesta tradição maior, com vista à classificação das festas do povo como Património Imaterial da Humanidade da UNESCO.

Festas do Povo em 2020

Para Ricardo Pinheiro é imperativo a realização das Festas do Povo no próximo ano, apesar da resposta à Candidatura a Património Imaterial da Humanidade só ser conhecida em 2021.

“É absolutamente importante que se consigam fazer as festas do Povo em 2020, mas acima de tudo que o povo de Campo Maior sinta e mostre como estas flores de papel são diferentes no panorama nacional e internacional”, explicou.

O autarca referiu que é importante “começarmos a dizer “sim” a estes cabeças de rua e conseguirmos realizar as festas do Povo em 2020 mesmo na véspera de elas serem classificadas Património da Humanidade é muito importante”.

Ceia da Silva: Festas do Povo reconhecidas em 2021

Por sua vez, António Ceia da Silva, Presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo – ERT, defendeu que “as Festas do Povo já são Património da Humanidade, mas serão reconhecidas em 2021 pela UNESCO”.

Ceia da Silva aplaudiu o projeto do Museu das Festas do Povo de Campo Maior, que irá permitir a todos os visitantes, em qualquer altura terem contato com esta tradição secular.

Quanto ao Jardim de Papel, o Presidente da ERT, classificou o mesmo como uma “tentativa brilhante de eternizar as festas do povo”.

About this author

0 comments

There are no comments for this post yet.

Be the first to comment. Click here.